Área do Cliente
Piores senhas de 2018: veja quais palavras não usar

A SplashData, desenvolvedora de aplicativos de gerenciamento de senhas, divulgou a lista das 100 piores senhas de 2018. A criadora do SplashID estabeleceu o ranking após avaliar mais de 5 milhões de palavras-chave vazadas na Internet neste ano. Provando que a adoção de práticas seguras ainda é subestimada pelos internautas, as famigeradas senhas "123456" e "password" continuam sendo as mais utilizadas.

O relatório é publicado pela empresa há oito anos, e há cinco essas combinações ocupam os dois primeiros lugares como as senhas mais inseguras. Segundo o CEO da SplashData, Morgan Slain, a ideia da lista é expor a fragilidade desse tipo de código e, assim, incentivar a mudança para senhas mais fortes.

Da terceira à sétima posição, a lista é composta por sequências numéricas com pouca variação e fáceis de lembrar, como "123456789", "12345678" e "111111". O termo "admin", comum como padrão em roteadores e outros dispositivos, ficou na 12º colocação.

Uma novidade no ranking foi o termo "donald", provavelmente inspirado no presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que foi a 23ª senha mais usada. Apesar do ineditismo desse termo em específico, o uso de nomes e apelidos de pessoas famosas é extremamente comum, conforme explica Slain.

"Hackers têm grande sucesso usando nomes de celebridades, termos da cultura pop e esportes, além de padrões simples de teclado, para invadir contas on-line, porque eles sabem que muitas pessoas estão usando essas combinações fáceis de lembrar", diz o CEO da SplashData.

Por isso, é aconselhável recorrer a termos, números e caracteres aleatórios para elaborar uma senha verdadeiramente segura. Uma dica é recorrer a geradores de senha, e usar gerenciadores como o LastPass para recordar os códigos e não se preocupar em criar senhas necessariamente "memoráveis" para todos os seus logins.

De acordo com o levantamento do SplashData, a estimativa é que aproximadamente 10% das pessoas tenham usado pelo menos uma das 25 piores senhas da lista de 2018. A empresa também acredita que quase 3% dos internautas tenham empregado a pior senha, 123456, pelo menos uma vez.

A maior parte das piores sequências foi utilizada por usuários na América do Norte e Europa Ocidental.

Fonte: TechTudo | 19/12/2018