Área do Cliente
Google anuncia o aplicativo para recrutamento Hire

Quem é da área de recrutamento sabe o quão complicado é contratar um bom profissional. Afinal, é preciso não apenas analisar o currículo, mas também verificar experiências, marcar conversas, conhecer um pouco mais quem você está chamando para ser parte da equipe. E, quando a vaga é específica, o trabalho para atrair talentos especializados é ainda maior - e isso, muitas vezes, pode ser convertido não apenas em gasto de tempo, mas também de dinheiro.

Pensando em facilitar a vida de responsáveis por recrutamento, a Google anunciou o Hire, um aplicativo desenvolvido para ajudar nessa tarefa de forma mais assertiva. O foco do app são pequenos e médios negócios que, geralmente, possuem as equipes mais enxutas e não podem arcar com escolhas que não se encaixam exatamente com as suas necessidades.

"Hire facilita a identificação de talentos, a construir relacionamentos de candidatos fortes, e a gerenciar o processo de entrevista ponta a ponta de forma eficiente", argumenta Berit Johnson, gerente sênior de produtos da Google Cloud.

O Hire possui integração com aplicações do pacote de produtividade G Suite, como Gmail e Google Agenda, as quais também podem ser usadas para auxiliar no processo de recrutamento.

Assim, é possível, por exemplo, recrutadores se comunicarem com candidatos via Gmail ou Hire e as mensagens são sincronizados automaticamente. Ou agendar entrevistas que vão direto como um evento para o Google Agenda - também sendo possível para recrutadores acrescentar informações relevantes para a entrevista como as perguntas que serão feitas durante o bate-papo, cronograma.

O Hire faz parte de um esforço da empresa em trazer ferramentas que auxiliem no processo de contratação de talentos. Em maio, a companhia anunciou o Google for Jobs, uma ferramenta de busca que foca na outra ponta: os candidatos que estão em busca de oportunidades (é como se fosse o LinkedIn do Google).

Com o movimento, agora a companhia consegue atender as duas pontas. A novidade está disponível, por enquanto, apenas para empresas baseadas nos Estados Unidos.

Fonte: Tecmundo