Área do Cliente
Brasil abre 34,2 mil vagas formais de trabalho em maio

Esse foi o segundo mês seguido de criação de postos de emprego com carteira assinada. Também foi o primeiro mês de maio com abertura de vagas desde 2014.

A economia brasileira continuou registrando abertura de empregos com carteira assinada em maio deste ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta terça-feira (21) pelo Ministério do Trabalho.
No último mês, a criação de vagas formais superou as demissões 34.253 em postos. Esse foi o segundo mês seguido de abertura de empregos na economia brasileira e, também, o primeiro mês de maio com contratações desde 2014, ou seja, em três anos.
O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, avaliou que, aos poucos, o Brasil vem recuperando os empregos fechados nos últimos anos devido às crises econômica e política.
"O governo federal tem feito um esforço grande e constante para adotar medidas que incentivem a geração de empregos. E o resultado nós temos visto no desempenho do Caged desde o ano passado, mas, sobretudo, nos últimos meses", declarou.
Segundo ele, não dá para garantir, porém, que o país voltará a gerar empregos formais em todos os meses restantes de 2017. "Estamos nos esforçando e acreditando que é uma tendência. O governo vê com bons olhos a redução do desemprego", acrescentou.

Acumulado do ano também positivo
Os dados do governo mostram que, no acumulado de janeiro a maio, também houve abertura de vagas formais. Neste período, foram criadas 48.543 vagas com carteira assinada no país.
Segundo o Ministério do Trqabaslho, esse foi o melhor resultado para este período desde 2014 - quando 543 mil vagas formais foram abertas.

fonte: G1.globo