Área do Cliente
Está com o nome sujo? Veja o que acontece com quem entra na lista de inadimplentes

Quando o consumidor deixa de pagar uma conta, ele corre o risco de ter o nome incluído no cadastro de inadimplentes. Ou seja, na lista do SPC, do SCPC ou do Serasa.

Mas o que isso significa na prática? Isso faz com que ele não possa obter novos créditos ou pague taxas muito mais altas.

A decisão de colocar seu nome no cadastro de inadimplentes é do credor. Ou seja, quem deveria receber a conta que não foi paga. Em geral, as empresas tentam negociar com o cliente primeiro e dar um prazo para ele pagar a conta. E só depois mandam o seu nome para o cadastro de inadimplentes.

Segundo o economista e professor da PUC-Rio Mauro Rochlin, o nome ainda precisa ser processado pelos SPC ou Serasa antes de aparecer na lista pública de devedores.

"O sistema precisa de um prazo para processar as informações. Não é que você não pagou uma conta e vai entrar no Serasa no dia seguinte", explicou o professor.

E para limpar o nome?
O jeito mais rápido de limpar seu nome é pagar a conta atrasada. Pelo Código de Defesa do Consumidor, o nome do cliente deve ser excluído do cadastro de devedores em até cinco dias úteis após ele ter regularizado sua situação.

Mesmo que o consumidor não pague a dívida, o prazo máximo para um nome ficar sujo é de cinco anos. A partir desse momento, o nome do devedor deve ser retirado do cadastro de inadimplentes mesmo se ele ainda estiver devendo para a empresa que o cadastrou.

Isso não significa que o consumidor se livrou da dívida que não pagou, explica Rochlin. Ele ainda poderá ser cobrado pelo credor na Justiça.

E como saber se está com o nome sujo?
Para saber se você está com o nome sujo na praça, é possível consultar o seu CPF nos sites das instituições donas dos cadastros de inadimplentes.

Fonte: g1.globo.com